Linha Contacto: (+351) 213 964 086



Curso de Verão_ Interacções nas Artes Performativas e Multimédia. Arte como dissidência

image




FORMADORA_ Susana Vidal
DURAÇÃO_ 15 horas
DESTINATÁRIOS_ Adultos em geral, jovens e profissionais das Artes.
LOCAL_ ESTAL (Rua Rodrigues Faria, 7 | 1300-501 Lisboa, Portugal)
INSCRIÇÃO_ 90€
DATA LIMITE DE INSCRIÇÃO_ 3 de Julho de 2017
AVALIAÇÃO / CERTIFICAÇÃO_ Avaliação a partir da assistência as aulas e trabalho teórico ou pratico dos alunos.


OBJETIVOS_
Conteúdos/temáticas:  Dotar aos alunos de conhecimentos e competências que permitam o desenvolvimento da criação performativas e de referências tecnológicas mais frequentemente utilizadas neste domínio (som, video, maquinaria e interactividade), sob um ponto de transversalidade de linguagens e comportamentos criativos. Em complemento a esta aprendizagem, propõe-se o desenvolvimento das capacidades de auto avaliação crítica, a problematização e o questionamento artístico de temas e conceitos que marcam os territórios da contemporaneidade.

O que se propõe como objectivo neste curso é o estudo das diversas problemáticas associadas a uma noção aglomeradora de performance. A esta noção sobrevive em tensão, uma tensão subjacente a uma alteração do panorama tradicional das artes, à criação de objectos não cartografados ou à sua dissolução em percursos biográficos ou inscrições institucionais e de mercado. Desenvolve-se de forma subjacente uma revisão do conceito de criador, que se torna um investigador, e do conceito de espectador, que se torna um co-criador.

Trabalho teórico sobre a história da performance e sobre a interacção das artes e a insersão da tecnologia nas artes cénicas.
Trabalho práctico, construção de um trabalho performativo com a aplicação de suportes tecnologicos aplicados a criação autobiográfica dos participantes.


INTERACTIONS IN PERFORMATIVE ARTS AND TECHNOLOGY AS A SUPPORT FOR CONTEMPORARY CREATION. ART OF ACTION AS DISSIDENCE

Content / Thematic: To provide students with the knowledge and skills that allow them the development of the performative creation and technological references most frequently used in this field (sound, video, machinery and interactivity), under a cross-cutting point of languages ​​and creative behaviours. In addition to this learning, it is proposed the development of the abilities of critical self-evaluation, the problematization and the artistic questioning of themes and concepts that mark the territories of the contemporaneity.

What is proposed as an objective in this course is the study of the various problems associated with an agglomerating notion of performance. This notion survives in tension, a tension underlying a change in the traditional landscape of the arts, the creation of uncharted objects or their dissolution in biographical paths or institutional and market inscriptions. It is developed, in an implicit way, a revision of the concept of creator, who becomes a researcher, and of the concept of the spectator, who becomes a co-creator.

Theoretical work on the history of performance and on the interaction of the arts and the insertion of technology in the performing arts.
Practical work, construction of a performative work with the application of technological supports applied to the autobiographical creation of the participants.